IFCE desenvolve sistema para auxiliar no tratamento do câncer infantojuvenil

Imprimir

Uma parceria entre a Associação Peter Pan e o Laboratório de Redes de Computadores e Sistemas (LAR), do IFCE campus Aracati, resultou em projeto que visa criar um sistema para auxiliar no tratamento do câncer infantojuvenil. 

Trata-se de uma solução computacional que promoverá o acesso rápido e seguro à informação para profissionais, pacientes, familiares e cuidadores. O principal objetivo do sistema é auxiliar no diagnóstico precoce da doença.

De acordo com o professor Reinaldo Braga, coordenador do projeto, os requisitos do sistema foram definidos após reuniões com o grupo gestor da Associação de Combate ao Câncer Infanto-Juvenil, conhecida como Associação Peter Pan. No encontro mais recente, ocorrido sexta-feira (5), os alunos que integram o projeto puderam, inclusive, conhecer as instalações do hospital mantido pela associação em Fortaleza.

O projeto surgiu de uma demanda da entidade, mais conhecida como Associação Peter Pan, que desempenha um trabalho sem fins lucrativos há 23 anos. A ideia é conjugar a atuação da associação com a expertise técnica do Laboratório de Redes de Computadores e Sistemas (LAR) do IFCE, sediado no campus de Aracati.

“Formado por pesquisadores mestres e doutores, além de profissionais e estudantes de graduação e pós-graduação, o LAR detém vasta experiência na concepção e desenvolvimento de plataformas computacionais para apoio à tomada de decisão especialmente em sistemas de saúde”, ressalta o professor Reinaldo.

Seis alunos bolsistas fazem parte da iniciativa: Jaciana Barbosa, Jeferson Gonçalves, Francisco Isaías, José Ernesto, Eros Linnyker e Renan Moura. O projeto também conta com dois alunos voluntários: Samuel Lucas e Fernando Éricles. Todos os discentes estudam no bacharelado em Ciência da Computação do campus. Participam também os professores Thiago Felippe de Lima Bandeira e Carina Teixeira de Oliveira.